fbpx
Sobre erros e acertos
dois quadros em compensado naval apoiados em um cavalete no primeiro plano. Ao fundo uma parede branca e azul marinho. O quadro a direita está escrito em inglês: não entre em pânico e pegue a toalha. No quando a esquerda está gravado 42. Ambos são referências ao Guia do Mochileiro das Galáxias. Ambos os quadros foram gravados a laser.

Erros podem se tornar grandes acertos quando vistos como oportunidades geradas pelo processo criativo.

Clichê do Dia

É praticamente impossível sair ilesa quando se decide fazer alguma coisa com as próprias mãos. Mesmo quando somos fazedores experientes, alguns erros fazem parte do processo. E está tudo bem!

Aqui está um vídeo de uma das minhas youtubers favoritas. A Laura Kampf é uma maker alemã com projetos incríveis de marcenaria e serralheria. Ela construiu uma Tiny House, tem um fraco por bicicletas e é amiga do Adam Savage! haha

How to Fail

Nesse vídeo ela compartilha a sua experiência ao ter uma excelente ideia que não deu certo. O importante é aprender com os erros, comemorar os acertos e continuar fazendo.

Vou mostrar para vocês como cheguei a um acabamento para madeira que amei. E foi um acidente!

vista em detalhe do acabamento de pintura destacando os veios da madeira. O contraste entre o tom suave da madeira e a pintura em tons escutas dão profundidade a peça
Acabamento agora chamado de galático

O acabamento galático já começou como uma gambiarra para compensar meu erro ao posicionar a peça para a gravação a laser.

Se você for botar reparo de verdade, vai reparar que as gravações não estão perfeitamente centralizadas. Há quem consiga ignorar esse fato. Eu não!

Eu via três possíveis soluções para aquilo com base nas ferramentas que eu tinha acesso. #1: cortar alguns milímetros em uma tico tico de bancada (o alerta “vai dar merda” tocou alto); #2: lixar esses mesmos milímetros (o alerta “morte lenta” me trouxe a razão; #3: fazer uma gambiarra para disfarçar o erro (a “gambs” é uma arte).

Convenhamos, já passava das 21h e me faltavam forças para pensar em outras alternativas. A escolha era óbvia. O que daria menos trabalho, #3!

vista superior dos dois quadros com uma máscara para pintura utilizando fita crepe. Uma faixa em tinta roxa feita com tintas acrílicas vermelho e azul. as embalagens se encontro na extremidade inferior esquerda da imagem. Apenas o quadro com o número 42 aparece completamente na imagem,
Pintura de uma faixa vertical a esquerda

Parecia uma boa ideia pintar uma faixa a esquerda do quadro para centralizar a gravação. Então, medi o quadro, marquei onde colocaria a máscara para a pintura e voilá!

Risos.

Linha marmota

Ficou uma bela de uma porcaria! Eu sequer cogitei a possibilidade da tinta entrar nos veios da madeira. Foi exatamente o que aconteceu o que deixou a faixa com mais cara de erro do que a gravação descentralizada.

Risos.

de parte do quadro 42. O quadro em processo de ser pintado grosseiramente com diversos tons de vermelho, azul e roxo.
O famoso “se está no inferno, abraça o capeta”

Eu não tive escolha senão lixar a faixa roxa. E para minha surpresa o resultado ficou muito interessante. Decidi abraçar o caos e pintar o quadro inteiro!

Será que tive medo de estragar ainda mais o quadro. Claro que sim!

Fico feliz por ter continuado. Após a tinta secar lixei o quadro mais uma vez. E estou foi o resultado!

Imagem aproximada do quadro 42. Os veios da madeira foram preenchidos pela tinta criando contraste interessante entre a cor naturalmente clara da madeira e os tons escuros da tinta.
Acabamento Galático

A gravação continua decentralizada, mas hoje gosto ainda mais desses quadros. Eles me lembram que está tudo bem errar. A gente nunca sabe o que pode aprender com esses acidentes de percusso, não é mesmo.

Você já teve essa surpresa?

Me conta aqui nos comentários!

Olhe também as outras publicações do nosso blog e nos acompanhe nas mídias sociais. Estamos no Facebook e Instagram. Você sabia que mantemos cursos regulares de fabricação digital. Quer fazer um quadro como esse e nunca mexeu com corte e gravação a laser? Olhe aqui!

Share:

Leave a Comment

Your email address will not be published.

TOP

X